domingo, fevereiro 06, 2005

Vinicius de Moraes


O Carnaval de Arlequim, de Miró Posted by Hello

Este Miró porque sim, e também porque está aqui sempre ao meu lado, na parede junto à secretária. Trouxe-o em 2004 de Paris, do Centro Pompidou, depois de uma tarde inteira submersa numa exposição dessa pintura-poesia, pintura do sonho, "1917-1934: La naissance du monde". Uma daquelas tardes parisiennes que não se esquecem nunca.

E ao olhar o Miró na parede vejo na estante ao lado um Vinicius velhinho que ando a procurar há tanto tempo e afinal estava ali, no V em vez do M, por isso não o encontrava. Meio amarelento, ainda é do tempo da Faculdade de Letras, das tertúlias gostosas; uma amiga foi de férias ao Brasil: queres que te traga alguma coisa? Um Vinicius, não consigo encontrar nada por aqui. Estava-se nos anos 80, Vinicius tinha morrido há pouco.

Abro ao calhas e as palavras saltam-me aos olhos, cansadas de estarem ali fechadas.


MARINHA

Na praia de coisas brancas
Abrem-se às ondas cativas
Conchas brancas, coxas brancas
Águas-vivas

Aos mergulhares do bando
Afloram perspectivas
Redondas, se aglutinando
Volitivas.

E as ondas de pontas roxas
Vão e vêm, verdes e esquivas
Vagabundas, como frouxas
Entre vivas!


Vinicius de Moraes, in Antologia Poética, 19ª ed., Livraria José Olympio Editora, Rio de Janeiro, 1981

sexta-feira, fevereiro 04, 2005

Eu sou os meus planos e pensamentos, "logos", existo

Diz a Wikipedia que logos (em grego λόγος, palavra), significava inicialmente a palavra escrita ou falada — o Verbo — passando mais tarde a ser um conceito filosófico traduzido como razão, tanto como a capacidade de racionalização individual ou como um princípio cósmico da Ordem e da Beleza. Se a Wikipedia diz, é porque é verdade. E se fui buscar isto para aqui, por algum motivo foi, embora já nem me lembre.

Adiante. Não vou colocar aqui o clip porque não é o meu género de música, mas acho adequadas para começar este blogue estas palavras dos Da Weasel:

No princípio era o verbo, a palavra e depois a rima,
que provocou reacções como se fosse uma enzima.
No princípio era a tesão, a fúria e a sofreguidão,
depois veio a calma, a procura do saber e a satisfação.
Inspiração para uma vida melhor, um caminho melhor,
um mundo melhor, para uma pessoa melhor.
Bem-vindo ao Manual de Iniciação a uma vida banal,
ao diário de bordo de uma nave espacial.
Puto Pac tá confiante, entra de rompante,
Virgul sempre constante, brilha como um diamante.
Vai comecar, desaperta o cinto, acende um cigarro,
relaxa a tua mente como se fosse barro.

Palavra de Honra, honrarei a palavra todo o santo dia