quarta-feira, novembro 21, 2007

Porque é que a saudade é branca?


eu digo que a saudade é branca
porque eram brancas
as camélias
do jardim em que
criança
corri

Luísa Veríssimo, in A Ponta Mentos, inédito, 2007

Sem comentários: