domingo, novembro 04, 2007

Bárbara Pais


Não há escaravelhos a marcar o meu calendário
canso-me da longa viagem, viagem tão longa
o coração pulsa ainda vivo
no entanto vivo aqui ainda
e finjo que estou suficientemente viva
para não querer a morte que desejo
nos dias e horas que já não conto
e em que conto partir a qualquer instante
de qualquer maneira

Bárbara Pais, in In Vida Veritas, inédito, 2007

Sem comentários: