quarta-feira, novembro 21, 2007

Operário em construção

Este livro que desfolho tem uma dedicatória:
"Para a nossa mãe pelo seu 18º aniversário.
Mts bjinhos**
Dos teus pequeninos
J. e R."

Quem escreveu isto tinha então 17 e 19 anos, eu sou "a nossa mãe", eles os meus "pequeninos"... São simples estas palavras, como é simples e boa e sempre bem humorada a alegria que eles me dão todos os dias. Uma boa escolha, J. e R.! Eles tinham-me ouvido comentar que me tinha desaparecido a entretanto já aparecida antologia velhinha do Vinicius. Mas esta é especial, e foi pelos meus 18 anos...


(...)
O operário adquiriu
Uma nova dimensão:
A dimensão da poesia.

E um fato novo se viu
Que a todos admirava:
O que o operário dizia
Outro operário escutava.

E foi assim que o operário
Do edifício em construção
Que sempre dizia sim
Começou a dizer não.
(...)

Vinicius de Moraes, in Antologia Poética, 5ª ed., Dom Quixote, 2006
Foto: Isabel Solano

Sem comentários: