sexta-feira, dezembro 28, 2007

Poetas arautos


Atrás das grades em que estavam prisioneiros
vi poemas alucinados de concretas certezas
em recados dados a leitores incautos

Ah como me fazem rir esses poetas arautos
da desgraça alheia tão arrogantemente certos
quando de si próprios o saber escasseia

Rui de Morais, in Do Riso das Insónias, inédito, 2007
Foto: Isabel Solano

Sem comentários: