quarta-feira, janeiro 09, 2008

Agradeço às flores


AS FLORES

Era preciso agradecer às flores
Terem guardado em si,
Límpida e pura,
Aquela promessa antiga
De uma manhã futura.

Sophia de Mello Breyner Andresen, in No Tempo Dividido, Caminho, 2003
Foto: Isabel Solano

1 comentário:

Lina disse...

Olá Isabel!
Tão bonito o seu blogue !
E as suas músicas, e os poemas que escolhe!
Por acaso estava procurando exactamente esse poema da Sophia M. Brayner quando dei com o seu blogue e adorei a música que o acompanha.
Agradeço o envio de posts posteriores, certo?
Obrigada,
Lina.