sexta-feira, fevereiro 01, 2008

Mais uma sexta-feira






















Hoje é sexta-feira.

Trago os cabelos apanhados
daquela maneira que gostas
e, ao peito, trago postas
as correntes de ouro
que me deste:
não me prendem os olhos
e é premente que eu veja.

Hoje é sexta-feira.

Trago os pensamentos soltos
em cima dos saltos altos
dos sapatos amarelos
- aqueles, sabes? -
que usei na última festa
em que dançámos os dois,
bem sei, cada um com o seu par.

Só não uso a tua tristeza,
pois essa já se adivinha
que me pesa.
E eu não sou de chorar.

Luísa Veríssimo, in Mais Poemas, inédito, 2008
Foto: Isabel Solano

1 comentário:

Chiara Luna disse...

Maravilhoso!