sexta-feira, janeiro 04, 2008

Um violino na lama


Chove...

Mas isso que importa!,
se estou aqui abrigado nesta porta
a ouvir na chuva que cai do céu
uma melodia de silêncio
que ninguém mais ouve
senão eu?

Chove...

Mas é do destino
de quem ama
ouvir um violino
até na lama.

José Gomes Ferreira, in Antologia Poética, Porto Editora, 1974
Foto: Isabel Solano

5 comentários:

Chiara Luna disse...

Fiz bem em vir aqui.
Vou levar comigo.
Boa noite.
Bons sonhos

JS disse...

Quis espreitar esta caixinha, que não é de surpresas, e gostei.
Esta breve visita tranformou-se numa explosão sensorial.
Parabéns por conseguir conjugar duas paixões de uma maneira tão invulgar, invejo-a.

JS

isolano disse...

Chiara Luna, leve tudo o que quiser daqui.

isolano disse...

Obrigada pela visita e pelo comentário tão elogioso, JS! Invejar é que não precisa! :-)

isolano disse...

Ó JS, soubeste disfarçar-te muito bem! :-)
Filhotezinho lindo da sua mãe! Schmack!