quinta-feira, janeiro 24, 2008

Versos brancos


à hora em que os sons me chamam
verto palavras sobre a folha
branca
olho-a de frente, procuro de reverso
não vejo um risco, um verso
todas as palavras desapareceram

é que escrevo a tinta permanente
mente
branca

Rui de Morais, in Para Ler sem Lupa, inédito, 2008.
Foto: Isabel Solano

1 comentário:

Chiara Luna disse...

Sem mácula.