quarta-feira, março 19, 2008

A existência da vazante


Nesse preciso instante,
viste nas águas do rio
a tua própria existência:
marés cheias de saudade
na tristeza da vazante.

Rui de Morais, in Do Novo Velho Caminho, inédito, 2008
Foto: Isabel Solano

Sem comentários: