segunda-feira, março 03, 2008

Nós embargados


Voltas à margem de pensamentos antigos
Idos os dias da luz diáfana

Afogas afagos em canções desesperadas
Já paradas as mãos no piano

Invadem-te os sons
É a aragem
Cantas
Encantam-te
As notas selvagens
Desse pranto

Voltas à margem de pensamentos antigos
Idos os dias da voz embriagada

Embargados nós

Bárbara Pais, in Quase Entrecho, inédito, 2008
Foto: Isabel Solano

1 comentário:

Chiara Luna disse...

No vai e vem da vida, fiz uma pausa.
Nesta pausa, vim saborear estas palavras.
Bom final de semana