sexta-feira, janeiro 16, 2009

Tenho ainda as laranjas


III

Acordo a manhã no laranjal
sabendo que ainda não é hoje
que vou partir

Percebo ao longe duas silhuetas
minúsculos vultos negros
em contraluz
de gente que também é
mas vive à procura

Eu tenho ainda laranjas
ar
e a vista de mar
que não se esgota

03/01/2009

Isabel Solano, in "Em tons de laranja", Até ao lugar onde - 30 poemas e 1 mapa, inédito, 2009.

Foto: Isabel Solano

Sem comentários: