sexta-feira, março 06, 2009

Tempo


Sei de um recanto
na margem da ribeira
onde à tarde me sento
e fico só olhando
o lento passar do tempo
ao som dos pássaros
e da água corrente

12/11/2007

Isabel Solano, in Errância, inédito, 2007.
Foto: Isabel Solano

5 comentários:

Mafalda disse...

Adoro as suas fotografias, tem imenso jeito, ADORO! MESMO!
Obrigada pelos comments.

isolano disse...

Obrigada, minha querida! :-)

Loca disse...

Lindo, Isabel.

Deixei-te um recado no queijinhos.
Bêjos
:))

Pedro S. Martins disse...

Parece que o verde chora.

Eduardo Trindade disse...

Ah, gostei tanto disso! Singelo, doce, nostálgico... Sabe que é bem a cara das minhas lembranças mais queridas?
Abraços e parabéns por este espaço...