quinta-feira, agosto 20, 2009

(De)formar-se


na infinitude labiríntica de cada eu
há encontros
com espelhos que deformam

29/04/2009

Isabel Solano, in Esquecimento global, inédito, 2009.
Foto: Isabel Solano

3 comentários:

AC Rangel disse...

Não fossem estes espelhos e não saberíamos valorizar o que os perfeitos espelhos refletem. Feliz por estar aqui.
Beijo

ParadoXos disse...

essa frase, não imaginas, teve em mim um impacto... poderoso!!!



lábiosrintos com espelhos...


abraço fraterno!


heduardo

Eduardo Trindade disse...

Perdem a forma ou, talvez, antes disso, ganham sempre novas formas, sempre mais?