terça-feira, agosto 25, 2009

Lascívia


Em que pensas
quando mordes os bagos
da romã que te entrego
com a minha mão
inteira

28/04/2009

Bárbara Pais, in Regressos, inédito, 2009.
Foto: Isabel Solano

6 comentários:

VFS disse...

na sensualidade animal que faz as curvas do momento em desejo!

Eduardo Trindade disse...

Nossa! Sensual e lascivo poema, sem dúvida! E combina de maneira muito criativa com a foto, gostei!
(Mas tenho que dizer que, para os brasileiros, as palavras que escolheste têm uma conotação bem forte e até mesmo um tanto vulgar, diferente do que devem significar em Portugal. Tua intenção não deve ter sido esta, mas no Brasil este poema causaria um certo choque...)
Abraços!

Dois Rios disse...

Isabel,

Admiro a sua poesia e as belíssimas imagens que você capta. Desde que descobri o seu blog tornei-me leitora assídua. Não é à toa que você e o Rui Morais navegam pelos meus rios.

Já tinha um outro poema seu (A Palavra) que estava na lista de espera para ser publicada, mas por enquanto ando meio desmotivada para dar continuidade ao blog.

Muito obrigada pelo carinho da sua visita e eu é que agradeço a beleza das suas poesias.

Beijo,
Inês

lobices disse...

...pena estar "parado" o blog... vá...toca a postar :)

Magro Costa disse...

Teu olhar fotográfico é impar, gosto de como fazes os crop’s fechados, quase em close-up, dá à foto um toque lindo. Gostei, e vou voltar a te visitar.

larans disse...

Beautiful picture with great composition. I really like it. Wish I could better understand portuguise, the google translation doesn´t give justice to the lyrics.